Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

reviews online ISSN 2175-6694


abstracts

português
Anthony Ling comenta “Rio legal”, o novo livro da parceria David e Rogerio Cardeman, que relaciona a infinidade de regras geradas e ajustadas ao longo de décadas, e a produção arquitetônica e urbana do Rio de Janeiro.

how to quote

LING, Anthony. As regras da legislação urbanística e as formas da cidade. Resenhas Online, São Paulo, ano 19, n. 225.01, Vitruvius, set. 2020 <https://agitprop.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/19.225/7867>.


Ao andar por cidades brasileiras, um observador atento perceberá edificações de diferentes épocas, formas, tamanhos e tipologias. Um urbanista poderá reconhecer que esta diversidade não é aleatória, mas sim resultado da sucessão de planos e regras vigentes em cada momento em cada região da cidade. E, na cidade do Rio de Janeiro, ninguém melhor do que David e Rogerio Cardeman para explicar os detalhes desta transformação ao longo do tempo, explicando a história do desenvolvimento urbano da cidade através das suas leis urbanísticas, arquitetônicas e construtivas.

O olhar apurado e o entendimento profundo dos autores sobre a evolução da regulação urbana na cidade do Rio de Janeiro nos permitem entender como a sucessão de planos e leis interferiram na forma edificada em todas suas nuances que, por sua vez, impactou retroativamente no desenvolvimento da cidade. Como surgiram os grandes embasamentos para automóveis? Os afastamentos frontais separando as edificações das calçadas? As varandas em balanço? As áreas de recreação nos condomínios? Ao contrário da imaginação popular, tais resultados formais não se devem necessariamente às decisões individuais de arquitetos ou incorporadores, e algumas das respostas são desvendadas no histórico legislativo da cidade.

É na rua que percebemos a cidade
Desenho Rogerio G. Cardeman, 2014

Através dos resultados deste trabalho investigativo, os autores estendem seu olhar para o urbano, trazendo à tona a discussão sobre que prioridades o planejamento urbano deveria ter para a qualidade espacial da cidade. Com uma infinidade de regras sendo geradas e ajustadas ao longo de décadas, estariam elas produzindo qualidade não apenas arquitetônica, mas urbana no Rio de Janeiro? De que formas a gestão urbana deveria encarar o desenho urbano dos bairros? Embasados nas observações dos primeiros capítulos são propostas mudanças na forma como viemos fazendo planejamento urbano até o momento.

Zoneamento da Tijuca, com a ausência de desenho urbano, somente grandes manchas determinam a ocupação da cidade [Caderno de Legislação Bairro a Bairro / PCRJ, 2005]

Através de textos curtos escritos sobre uma ampla trajetória de conhecimento, Rio legal: ensaios sobre uma cidade em movimento, também pode ser considerado uma introdução para quem gostaria de se aprofundar nas suas obras anteriores, O Rio de Janeiro nas Alturas, e, de Rogerio Cardeman, Por dentro de Copacabana. O primeiro foca no processo de verticalização da cidade e o segundo no bairro não apenas clássico no imaginário popular urbano brasileiro, mas também onde os autores residem até hoje, conhecendo-o como a palma de suas mãos.

Os olhos da cidade segundo Jane Jacobs
Desenho Rogerio G. Cardeman, 2014

O que marca o trabalho dos autores e segue presente em Rio legal é a relevância do impacto da legislação na forma construída da cidade, a importância da observação da cidade para o seu entendimento e, sem dúvida, a paixão pela cidade do Rio de Janeiro. Mais ainda, à luz da metodologia utilizada por David e Rogerio Cardeman, a leitura interessará não só os moradores cariocas e amantes do Rio, mas também àqueles que gostariam de entender sua própria cidade.

Foto aérea com parte das áreas coletivas de Copacabana
Foto Quapá-SEL, 2008

nota

NE – O presente texto de Anthony Ling é a apresentação do livro comentado.

sobre o autor

Anthony Ling é arquiteto e urbanista pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente trabalha com o arquiteto Isay Weinfeld, em São Paulo.

comments

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided