Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

my city ISSN 1982-9922

abstracts

português
Equipe de pesquisa da FAU USP apresenta projeto desenvolvido pelo Labtri FAU USP que realizou modelagem eletrônica do centro histórico de São Paulo a partir de fotos do final do século 19 de autoria de Militão Augusto de Azevedo.

how to quote

D'AGOSTINO, Mário Henrique Simão; CALDEIRAS, Lucas Frech; BORBA, Ibrahim Massaru de. Largo São Francisco: modelagens de uma memória. Minha Cidade, São Paulo, ano 20, n. 239.07, Vitruvius, jun. 2020 <https://agitprop.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/20.239/7785>.



O projeto foi desenvolvido pelo Laboratório de Modelos Tridimensionais da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – Labtri FAU USP, em colaboração com o Núcleo de Apoio à Pesquisa “São Paulo: cidade, espaço, memória” – NAP-SP FAU USP, com o propósito de relacionar processos espaciais e sociais em curso na cidade de São Paulo a partir de finais do século 19, examinando-os consoante à presença de agentes que constituem, em suas práticas e redes de sociabilidade, a própria cidade.


Como ênfase o Laboratório prioriza exercícios de modelagem eletrônica com fins didáticos de modo a fomentar um olhar crítico sobre a cidade e seus processos de transformação. Os recursos computacionais propiciam meios mais amplos de aproximação e análise de obras edificadas no passado e no presente, viabilizando expressivo controle de dados e articulação de informações, de modo a melhor capacitar a visualização espacial e o domínio técnico da edilícia urbana.

A área escolhida foi o Largo São Francisco, tendo-se em conta a vasta documentação fotográfica propiciada por Militão Augusto de Azevedo na segunda metade do século 19, insumo para as reconstituições digitais que serviram de base para a confecção dos modelos e do vídeo.

Área de estudo (colorido) e seu entorno

O Largo São Francisco

Dos três núcleos que conformam a cidade desde sua fundação, quais sejam: Largo São Francisco, Páteo do Colégio e Mosteiro de São Bento, o primeiro é o único que preserva as construções religiosas originais e, igualmente, o que mais sofreu a extinção e descaracterização do patrimônio físico envoltório, não apenas suprimindo índices temporais da história da cidade, como tornando a região uma área altamente deteriorada, seja em relação ao conjunto edificado, seja em relação a sua articulação com o tecido urbano. Pelos registros fotográficos de Militão e mapas de época, sobretudo o da rede de água e esgoto de 1881, pode-se recompor com precisão as plantas, elevações e medidas individuais do casario envoltório do Largo e de suas quadras adjacentes.

Mapa de esgotos da Cidade de São Paulo, de 1881

Mapa de esgotos da Cidade de São Paulo, de 1881. Detalhe da área do projeto de pesquisa

Seguem algumas das fotos do “álbum” de Militão Augusto de Azevedo tiradas no período entre 1862 e 1887.

Vista das ladeiras a partir do Largo da Memória, 1862
Foto Militão Augusto de Azevedo

Ladeira do Meio e de São Francisco, 1862
Foto Militão Augusto de Azevedo

Largo do Capim e Hotel Palm, 1862
Foto Militão Augusto de Azevedo

Largo São Francisco, Faculdade de Direito, Igrejas das Ordens Primeira e Terceira, 1862
Foto Militão Augusto de Azevedo

Ladeira de São Francisco e Largo da Memória ao fundo, 1860
Foto Militão Augusto de Azevedo

Desenvolvimento da confecção dos modelos e vídeo por mídia digital

O trabalho foi elaborado conforme as etapas descritas a seguir.

Inicialmente foram digitalizados os mapas históricos disponíveis, individualizando as edificações.

Para a reconstituição dos frontispícios, priorizou-se a identificação dos pontos de vista originais das fotografias de Militão Augusto de Azevedo, fonte documental primária para o método de reversão da perspectiva linear matemática às medidas verdadeiras em planta e elevação, segundo procedimentos estabelecidos desde o Renascimento Italiano, tais como os Ludi mathematici de Leon Batista Alberti.

Exemplo do processo de planificação e desenho sobre a base planificada (Largo do Capim e Hotel Palm)
Labtri FAU USP

Subsequentemente recorreu-se ao cotejo das reconstituições em elevação com os referidos mapas.

Cotejo das elevações com as plantas dos mapas
Labtri FAU USP

No caso das igrejas das Ordens Primeira e Terceira, bem como do convento, utilizou-se de fotogrametria digital para modelagem da arquitetura, revertendo as transformações posteriores ao século 19 com base nas fotografias de época.

Fotogrametria das Igrejas
Labtri FAU USP

Dada a impossibilidade de reconstituir as cores originais, a atribuição cromática respeitou conforme orientação de especialistas em restauro sobre os pigmentos, as cores empregadas nas construções da São Paulo oitocentista.

Na ausência de um levantamento topográfico de época, foi utilizada a topografia atual, ajustando-a ao levantamento realizado pela empresa Sara Brasil em 1930.

Topografia digital
Labtri FAU USP

Os interiores da Capela da Ordem Terceira foram efetuados por levantamento métrico in loco com trena eletrônica.

Tais procedimentos permitiram uma modelagem completa da área que serviram de base para a confecção dos vídeos por mídia digital.

Modelagem final e texturas aplicadas
Labtri FAU USP

A reconstituição histórica por maquetes eletrônicas e a confecção de vídeos por mídia digital proporcionaram uma visão integral do patrimônio arquitetônico oitocentista do Largo São Francisco e uma profusão de novos trajetos urbanos e tomadas aéreas, até então sem registros documentais – ainda que o acervo fotográfico de Militão Augusto de Azevedo sobre o Largo seja o único a permitir tal trabalho de restituição. Tais insumos embasam uma averiguação mais criteriosa das transformações na rede viária pelo intenso e caótico processo de verticalização imobiliária, do desleixo visual e das rupturas das relações urbanísticas e espaciais que os monumentos religiosos supérstites outrora guardavam com seu entorno.

Trechos do percurso feito no vídeo
Labtri FAU USP

Percurso aéreo
Labtri FAU USP

Vistas noturnas
Labtri FAU USP

Comparações entre a área estudada à época e sua condição atual
Labtri FAU USP

sobre os autores

Mário Henrique Simão D'Agostino, professor associado do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto, da Faculdade de Arquitetura e do Urbanismo da USP. Coordenador do Laboratório de Modelos Tridimensionais – Labtri FAU USP.

Lucas Frech Caldeira, arquiteto graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Pesquisador vinculado ao Laboratório de Modelos Tridimensionais – Labtri FAU USP.

Ibrahim Massaru de Borba, arquiteto graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Pesquisador vinculado ao Laboratório de Modelos Tridimensionais – Labtri FAU USP. 

comments

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided