Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

revistas

entrevista ISSN 2175-6708

sinopses

português
A entrevista de Fernanda Ferreira com Paulo Mendes da Rocha pretende discorrer sobre as questões abordadas pelo arquiteto no processo de criação de um espaço cenográfico.

english
This interview aims to discuss the issues addressed by Paulo Mendes da Rocha in the process of creating the scenographys.

español
Esta entrevista pretende discurrir sobre las cuestiones abordadas por el escenógrafo Paulo Mendes da Rocha en el proceso de creación de un espacio escenográfico.

como citar

FERREIRA, Fernanda S.. Uma conversa com o cenógrafo Paulo Mendes da Rocha. Entrevista, São Paulo, ano 18, n. 074.01, Vitruvius, maio 2018 <http://agitprop.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/18.074/6980>.


Paulo Mendes da Rocha e Bia Lessa dentro do cenário de Grande Sertão: Veredas
Foto Fernanda Ferreira

“O teatro, veja você, é uma coisa extraordinária [...] E o que é interessante, nesta mágica de trabalho que move as emoções dos outros, que procura convocar e trabalhar a emoção das pessoas, é não representar de modo visível o óbvio. Fazer deste “veja você” uma coisa extraordinária [...] Uma coisa maravilhosa. De um realismo brutal...
Paulo Mendes da Rocha

No processo de pesquisa para minha dissertação de mestrado, ao tentar compreender a forma como Paulo Mendes da Rocha via a questão expositiva, tomei conhecimento dos incríveis cenários projetados por ele, principalmente, para a diretora Bia Lessa. Foi Bia que, em 1990, introduziu o arquiteto no mundo da cenografia para teatro e ópera e com quem ele estabeleceu relevante produção cenográfica por cerca de quase uma década. Esta parceria, enquanto obra, nos interessou pela refinada reflexão teórica e crítica que resultou em cenários com forte carga social e humana.

Ao todo, Paulo Mendes da Rocha projetou sete cenários para teatro e ópera. Além deles, o arquiteto projetou ainda a cenografia para o show de Marina Lima em 1996 e o desfile “Corpo Público” na SPFW (1999), da M. Officer.

comentários

074.01
sinopses
como citar

idiomas

original: português

compartilhe

074

074.02

A arquitetura dá significado à vida

Gabriela Celani e David Sperling

jornal


© 2000–2018 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada